Sexta-feira, 24 Setembro, 2021
Inicio Boletim Liturgia III Domingo da Quaresma 2021 (B)

III Domingo da Quaresma 2021 (B)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

«Destruí este templo e em três dias o levantarei»
(Jo 2,13-25)

Estava próxima a Páscoa dos judeus
e Jesus subiu a Jerusalém.
Encontrou no templo
os vendedores de bois, de ovelhas e de pombas
e os cambistas sentados às bancas.
Fez então um chicote de cordas
e expulsou-os a todos do templo, com as ovelhas e os bois;
deitou por terra o dinheiro dos cambistas
e derrubou-lhes as mesas;
e disse aos que vendiam pombas:
«Tirai tudo isto daqui;
não façais da casa de meu Pai casa de comércio».
Os discípulos recordaram-se do que estava escrito:
«Devora-me o zelo pela tua casa».
Então os judeus tomaram a palavra e perguntaram-Lhe:
«Que sinal nos dás de que podes proceder deste modo?»
Jesus respondeu-lhes:
«Destruí este templo e em três dias o levantarei».
Disseram os judeus:
«Foram precisos quarenta e seis anos
para se construir este templo,
e Tu vais levantá-lo em três dias?»
Jesus, porém, falava do templo do seu corpo.
Por isso, quando Ele ressuscitou dos mortos,
os discípulos lembraram-se do que tinha dito
e acreditaram na Escritura e na palavra de Jesus.
Enquanto Jesus permaneceu em Jerusalém pela festa da Páscoa,
muitos, ao verem os milagres que fazia,
acreditaram no seu nome.
Mas Jesus não se fiava deles, porque os conhecia a todos
e não precisava de que Lhe dessem informações sobre ninguém:
Ele bem sabia o que há no homem.

Palavra da salvação

 

  • Comentário do nosso Pároco, Pe. José Diz
    A mensagem deste Domingo é de escândalos de vendilhões noTemplo, escândalo de Cristo crucificado. Encontrou os vendilhões e os cambistas no Templo de Deus. O Templo de Deus, a realidade sagrada, andou sempre invadida de equívocos grosseiros. Deixamo-nos invadir de mediocridade, fugindo às exigências da cruz de Cristo, “escândalo para os judeus e loucura para os gentios”. “Arrasai este Templo e Eu o levantarei em três dias. Referia-se ao templo do seu corpo”. O corpo de Cristo é o templo novo das glórias do Pai, onde se celebra o sacrifício da nova e eterna Aliança. Nele habita toda a plenitude da Divindade. O Cristo ressuscitado é a presença de Deus na Igreja e no mundo. Cristo é a razão clara de tudo o que não entendo. Cristo, é o verdadeiro Templo de Deus. “Loucura de Deus”. A loucura de Deus proclamada em palavras e obras é a ciência que salva o mundo e redime as nossas pobres razões e vã sabedoria.
  • Comentário do Papa Francisco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

MAIS RECENTES

XVIII Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João Quem vem a Mim nunca mais terá fome, quem acredita em Mim nunca mais terá sede (Jo 6,24-35) Naquele...

Saciar a fome de infinito

«Para Jesus não é suficiente que as pessoas o procurem, Ele quer que elas o conheçam» Nestes últimos domingos, a liturgia mostrou-nos a imagem cheia...

XVII Domingo do Tempo Comum

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João Distribuiu-os e comeram quanto quiseram (Jo 6,1-15) Naquele tempo, Jesus partiu para o outro lado do mar da Galileia, ou...

Para que nada se perca!

«O Evangelho convida-nos a permanecer disponíveis e laboriosos, como aquele jovem que se dá conta de que tem cinco pães, e diz: “Ofereço isto,...

ARQUIVO

ARQUIVO (ÚLTIMOS NÚMEROS)